Iscas Artificiais

Isca artificial - é todo e qualquer implemento, fabricado pelo homem a fim de simular os alimentos naturais dos peixes. Buscam imitar os principais alimentos dos peixes, quer seja por formatos, movimentos, sons, cores e aromas.É importante usar combinações destes fatores para subtrair o máximo de eficiência de cada modelo ou tipo diferente.

Camarpo-O camarpo artificial foi feito para substituir o camarpo vivo, com a vantagem de não precisar trocar a isca toda hora.Ele serve para pesca de robalos, pescadas, corvinas e outros peixes de água salgada. Pode ser utilizado na pesca vertical ou na pesca horizontal, próximo aos mangues.

Colheres - São iscas de corpo metálico ou sintético, dotadas de garatéias, anzol simples ou anzol anti-enrosco (weedless). São extremamente versáteis, de fácil trabalho e bom peso de arremesso. Após o arremesso, recolha a linha numa velocidade tal que a isca apenas oscile, num movimento semi-giratório. Ao contrário do que alguns novatos pensam, a colher nunca deve girar no próprio eixo.

Spinners - Os spinners são iscas artificiais dotadas de lâminas metálicas, que giram em torno de uma haste. Emitem reflexos e vibrações extremamente atrativas aos peixes predadores. Arremesse e deixe que atinja a profundidade desejada. Recolha contínuamente ou dando pequenos toques para um trabalho errático. Analise a situação e varie também a velocidade de recolhimento. Para trabalhar próximo à superfície, altere a posição da vara para 75º recolhendo mais rápido. Vara baixa e recolhimento mais lento favorece um trabalho em profundidade maior.

Spinner-Baits - São iscas extremamente versáteis devido à possibilidade de trabalhar em diversas profundidades e nos mais variados tipos de estruturas aquáticas. É praticamente à prova de enrosco. Após o arremesso, deixe atingir a profundidade desejada e recolha contínuamente, fazendo trabalhar entre as estruturas aquáticas. Uma boa variação é executar um recolhimento intermitente, variando a posição da vara.

Poper - São modelos dotados de uma espécie de boca, cujo objetivo é de produzir ruídos (quando trabalhados pelo pescador) de um peixe caçando ou algum tipo de vida que eventualmente possa se manter a superfície (rã), estes modelos podem ser ou não articulados.

Hélice - Estas iscas são dotadas de hélices, podendo ter um ou mais destes artefatos, que quando trabalhados procuram imitar sons de um inseto a se debates na água ou pequenos peixes caçando ou se debatendo na flor d'água.

Zara - São iscas que pela sua forma clássica de trabalho (em forma de Z), exige bastante técnica do pescador, pois dependendo da velocidade do trabalho aplicado à isca, poderá produzir sons e movimentos que imitam pequenos animais, como cobras, roedores e até mesmo um peixe agonizando.

Stick - Iscas que apresentam em sua parte traseira um peso que funciona como um lastro para mantê-la em posição vertical a linha d'água e tem por finalidade imitar na maioria das vezes um peixe ferido ou caçando.

Jigs - Os jigs são iscas que tem uma cabeça metálica e um penacho colorido.Esta é uma isca de fundo e pode ser trabalhada com recolhimento contínuo ou com toques. É eficiente para pesca de tucunarés e robalos.

Jumping Jig - é uma isca de fundo. Ela é muito utilizada na pesca vertical, mas também pode ser utilizada na horizontal. Originalmente era utilizada para pesca e grandes peixes no mar, mas agora esta sendo muito utilizada também na pesca horizontal em pesqueiros. Os jigs variam de 15 a 400 gramas e podem atrair robalos, anchovas, atum, pacu, pintado, wahoo, entre outros.

Miçanga - A miçanga é uma isca muito utilizada em pesqueiros para Tambaquis e Matrinxãs. Ela imita a ração e, por isso, deve ser utilizada em conjunto com uma bóia cevadeira.

Mosca artificial - A mosca é a isca utilizada no Fly Fishing (Pesca com mosca).Elas podem ser facilmente confeccionadas pelo próprio pescador e dão bons resultados para trutra, salmão, tilápia, piraputangas e até robalos.

Plug de barbela - As iscas de barbelas foram feitas para atingir profundidades maiores. Quanto maior a barbela, mais fundo a isca trabalha e, desta forma, pode buscar os peixes mais no fundo.O trabalho da isca consiste em pequenos toques para que a isca afunde. Eles podem ser pausados ou contínuos.

3 comentários:

decolando disse...

Muuuito bacana. Texto muito bom.
Para complementar, vale dizer que na pesca com mosca utilizamos uma variedade enorme de moscas feitas em sua maioria de materiais naturais (pelos e penas) e com elas pegamos praticamente todo tipo de peixe, de pequenos lambaris à redondos de mais de 20kg. Até em pescarias no mar grandes Enchovas, só pra dar um exemplo, rendem-se a uma mosca, que nesse caso são streamers imitando peixes, bem trabalhada.
Um grande abraço

Beth Cruz disse...

Depois que eu descobrir o Jumping Jig, eu nunca mais coloquei a mão em sardinha.
Qualquer dia desses vou tirar umas fotos e mandar pra você, mas deixa eu pegar um peixe bonito, rsrsrs. Atualmente a maré não tá pra peixe, rsrsrsssssss
Abraço, Donizete

New disse...

Oiêee!
Como vai meu amigo?
Estou super resfriada e mal paro e pé. Vim só desejar-lhe um ótimo final de semana.
Beijocas.cnoivs