Eu sambei na pesca do Lambari

Neste período de carnaval me juntei com os irmãos Anezio e Lucas e fomos sambar em outra avenida. Certamente não é aquela avenida cheia de mulheres bonitas com pouca roupa e carros alegóricos maravilhosos deixando os gringos de boca aberta. Desta vez fomos vislumbrar o samba do Lambari, a perfeição deste que é um dos peixes mais esportivos de nossas águas. O cardume era tão grande que a briga pelo alimento fazia com eles saltassem como se fosse um balé fora d'agua. O reflexo do sol sobre as águas e os lambaris, deixava um rastro colorido que mais parecia um arco-iris que fazia lembrar as plumas e paetes das mulatas e das baianas do carnaval. Se na avenida as mulatas e as baianas sambam prá gente, lá na beira do rio eu tive sambar prá comissão de frente e a bateria dos lambaris. - O lambari é considerado um peixe esportivo pela sua rapidez e pela coreografia que faz dentro d'agua. Sua perfomance em rítmo de samba e seus movimentos coordenados exige muita esperteza por parte do pescador para capturá-lo. - O quesito evolução certamente foi o ponto alto da pescaria. Pelas águas límpidas se observava muito o entrosamento dos peixes, os movimentos da dança harmoniosos, a vibração, a agilidade e muita elegância produziam uma beleza indiscritível na passarela das águas. - No julgamento da pesca reuniu os senhores jurados e no somatório das notas os lambaris ficaram com uma média 10 e os pescadores com uma média 5. Se fosse registrado as fisgadas em vão na grande maioria se ouvia o seguinte... uauuu.. guase...veio até na flor d'agua....bichinho ligeiro...caramba, são muito esperto...etc. isto que faz a pescaria do lambari ser considerada uma das melhores. Depois de centenas de fisgadas, pude trazer prá casa algumas dezenas de lambaris. Neste carnaval foi o dia que o peixe definitivamente deu um show, mas prometemos voltar na próxima oportunidade.

0 comentários: